Apresentação | Programação | Comissão Científica | Trabalhos Selecionados

Cortejo da Lavagem de São Brás, Plataforma
(Foto: Angelo Serpa)

Lavagem de São Brás nas escadarias da Igreja
(Foto: Angelo Serpa)
  O II Colóquio Nacional do NEER dá continuidade ao primeiro colóquio, realizado nos dias 16 e 17 de novembro de 2006, em Curitiba-PR, sob a coordenação dos Professores Salete Kozel e Sylvio Fausto Gil, da Universidade Federal do Paraná.

Os Colóquios do Núcleo têm como principal objetivo dar visibilidade aos estudos de Geografia Cultural e Social no Brasil, buscando articular, através da constituição de uma rede temática de caráter nacional, as pesquisas neste campo de interesse para a Geografia e disciplinas afins, como o Planejamento Urbano Regional, a Arquitetura, o Urbanismo, a Sociologia e a Antropologia.

O NEER (www.geog.ufpr.br/neer) busca ampliar e aprofundar a abordagem cultural na Geografia, focando nas questões relacionadas aos estudos sobre o espaço e suas representações, entendendo as representações como uma mediação ampla, que permitem agregar o social e o cultural, agregando também a temática do ensino de geografia no Brasil. Propõe-se uma rede não formal e não hierarquizada, de caráter interinstitucional, que congregue núcleos, grupos, e projetos de pesquisa, além de Programas de Pós-graduação e pesquisadores isolados.

O NEER articula, no momento, projetos e grupos de pesquisa de nove universidades brasileiras (UFPR, UFBA, UFRGS, UFG, UNIR, UFMS, PUC-MG, UEPG e FURG), com as seguintes temáticas/ abordagens: Nova Geografia Cultural; Geografia Humanista-Cultural; Estudos de Percepção e Cognição em Geografia; Geografia das Representações; Geografia da Ação e da Estruturação; Estudos Bakhtinianos em Geografia; Estudos Lefebvrerianos em Geografia Social; Geografia da Religião; Geografia Escolar: Representações e Ensino; Teoria e Método na Geografia Cultural e Social.

Para o II Colóquio do NEER em Salvador, estão sendo propostas cinco mesas-redondas, articuladas por eixo-temático, que visam ao aprofundamento da temática geral do evento: “Espaços Culturais: Vivências, Imaginações e Representações”, com a incorporação de novos pesquisadores à estrutura do Colóquio, de modo a propiciar sua posterior incorporação à rede temática de pesquisa do NEER.

No Eixo 1: Geografia Cultural e Social: Teoria e Método, pretende-se discutir o espaço como uma questão fundamental e unificadora da geografia acadêmica desde seus primórdios, reconhecendo que as abordagens teóricas do espaço oscilaram consideravelmente entre conceitos positivistas e materiais (terra, paisagem, pays, cidade morfológica etc.), relacionais (geométrico, quantitativo) e sociais (mundo vivido, luta de classes, sociabilidades). Com a “virada lingüística” acrescentou-se a esta pluralidade conceitual a dimensão dos espaços sígnicos, de representação e da comunicação. Esses espaços aparecem tanto nos espaços vividos, como na formação das sociedades, na construção de novas formas espaciais (virtuais, fantasiadas, narradas, estéticas) e nas suas relações de poder, provocando um repensar da discussão meta-conceitual da Geografia. Assim, a própria concepção e construção do conceito de “espaço” torna-se um assunto de debate. No contexto do Brasil, palco de fusões de diferentes concepções espaciais no encontro intercultural de povos e tradições de diferentes pensamentos, esta questão é fundamental para uma Geografia social e cultural. Por isso, as contribuições da mesa abordarão os problemas teóricos e metodológicos desta nova perspectiva geográfica, avaliando as suas possibilidades para uma compreensão aprofundada e operacional.

No Eixo 2: Geografia Escolar: Representações e Ensino, busca-se desvendar a dimensão humana nas relações espaciais simbólicas, impressas pelos valores, sentimentos e ações assim como as representações e simbolismos espaciais. Nessa perspectiva, busca-se também: aguçar o olhar geográfico para os aspectos didático-pedagógicos, tendo em vista ressignificar o ensino de geografia; priorizar a pesquisa e análise das representações construídas pelas sociedades, considerando o educando como agente social que estabelece relações na organização espacial. Nesse contexto, a representação é vista como uma forma de compreender a “teia da Vida” em suas múltiplas relações entre a realidade e os agentes sociais. No Eixo 3: Geografia da Religião: Espacialidades do Sagrado, pretende-se aprofundar as discussões das diferentes espacialidades do sagrado, suas representações e relações com religiosidades específicas, apontando caminhos epistemológicos para a Geografia da Religião, com a abordagem dos seguintes temas: Epistemologia da Geografia da Religião; espacialidades do Sagrado nas religiosidades populares; Territorialidades das Instituições Religiosas; Espaços de Representação do Sagrado no Brasil.

No Eixo 4: Imaginários e Territórios: Representações da Natureza, Natureza das Representações, abre-se as discussões para os modos de vida e suas representações, para as identidades construídas a partir de uma diferença multiforme, analisando-se as contradições entre capital/trabalho e imaginário/simbólico, os territórios e lugares de tempo lento e cíclico, bem como os conteúdos do conceito de cultura e a natureza das representações sócioespaciais. No Eixo 5: Territorialidades, representações do mundo vivido e modos de significar o mundo, a discussão gira em torno do espaço percebido e vivido, das territorialidades e suas representações, buscando-se percorrer os caminhos que vão do sentido ao significado, dos signos à significância, esclarecendo a produção de significados a partir de uma perspectiva de análise geográfica, abordando-se as seguintes temáticas: microterritorialidades urbanas, representações e comportamentos, como expressão de uma dialética formalidade-espontaneidade; a condição atual do espaço-social, que envolve a decomposição da horizontalidade sócio-espacial, a criação de novos vínculos, e a representação que se faz dessa condição.

Além das mesas-redondas, 84 trabalhos foram selecionados pela comissão científica do Colóquio para apresentação nos Espaços de Diálogo, realizados ao longo dos três dias do evento.
Copyright ® NEER 2007 - Editoração Rodrigo Meirelles - rodrigomei@hotmial.com